terça-feira, 19 de outubro de 2010

Coisas que gostaria de ter no nosso casamento

Gente, não adianta, por mais tempo que tenhamos, por mais dedicação com os preparativos, por mais ideias que surjam, sempre haverá algo que poderia ter tido na cerimônia, na recepção, algo que fez falta, ou que poderia dar um charme a mais. Isso não deve ser motivo de frustração, porque nada é perfeito, e nesse mundo dos casamentos é impossível agregar todos os detalhes que nos agradem.

Mas duas coisinhas eu percebi que seriam bem importantes. Uma delas eu abri mão porque nossos gastos já tinham extrapolado o planejado inicial e pelo número de convidados, não seria nada baratinho. São as famosas havaianas para a festa. Que podem inclusive ser substituídas por sapatilhas charmosérrimas. No início achei que isso fosse um luxo a mais, mas na minha festa, vi várias amigas queridas dançando descalças, empolgadas e pisando em cacos de vidros. Ou seja, na minha festa, as havaianas ou sapatilhas fariam uma grande diferença.



Outra coisinha que não tive ideia, vi depois e achei uma graça foram os lencinhos para lágrimas de alegria, que podem ser entregues aos convidados na entrada pela equipe do Cerimonial, ou deixados nos banquinhos ou cadeiras da cerimônia. Apesar de ter sido um casamento alegre e à luz do dia, muitas convidadas iriam utilizar muito bem seus lencinhos, pois foi um chororô danado! Fica a dica para as noivinhas do blog.





4 comentários:

  1. amiga, seu blog esta cada dia mais viciante..rsss..

    ResponderExcluir
  2. Ahhh que legal! :)
    Eu tb to viciada!!!

    ResponderExcluir
  3. Oieeeee...

    Eu casei em maio. E moro em Brasília!
    Desde o inicio eu queria havainas, fiz várias pesquisas, quase desisti... Distribui 'Ipanema' só para as mulheres. Não personalizei, coloquei em um saquinho de organza (frescurinha da minha mãe) e um tag: "Fique confortável. Vamos dançar?" Foi um sucesso! Super recomendo!
    E fiz os lencinhos também! Meu noivo fez a arte do tag e eu montei. Ficou uma graça!
    Endosso a sua opinião!
    Um grande beijo,
    Thaise

    ResponderExcluir